Saturday, October 3, 2009

Estudantes legais brasileiros em Massachusetts

Como existem inúmeros estudantes brasileiros aqui no estado de Massachusetts, vou tentar esclarecer algumas informações que possam ajudar essas pessoas. Muitos são os problemas enfrentados pelos brasileiros que entram no país com o F1 Visa (visto de estudante) ou aqueles que chegaram aqui como turistas e solicitaram uma mudança no seu status para estudante.


Eu procurei e conversou com a melhor fonte de informações: os próprios estudantes, que estudam em escolas locais e que de alguma forma conseguiram mudar o seu status, adquirir sua "Driver License, Social Security Number", trabalhar legalmente, etc.

O que os estudantes brasileiros precisam entender é que infelizmente, não existe uma “receita” exata para fazer as coisas acontecerem, muitas são as variantes.

O que fazer para tirar o seu social, se você é um estudante? Todo estudante tem direito a um social, pois é um documento importante que abre portas. Muitas escolas locais (área de Boston), pouco depois que os estudantes começam as aulas, providenciam a carta que permite o acesso ao documento. Entretanto, muitas escolas relutam em ajudar os estudantes a obterem o documento, por isso alegam que se o indivíduo não trabalha, não há a necessidade do documento. Toda escola, mesmo aquela que não possua um campus onde os alunos possam trabalhar, pode dar uma carta de encaminhamento para o estudante adquirir o seu social.

Algumas escolas até providenciam uma carta permitindo o trabalho legal para o estudante por 20 horas semanais (não precisa esperar 1 ano). Vale a pena pesquisar antes de escolher definitivamente a escola para estudar. Pesquisar ainda é a melhor opção para evitar posteriores arrependimentos.

A primeira pergunta que o responsável da escola irá fazer é: se você ainda não pode trabalhar, por que precisa de um social? Possíveis respostas do aluno: O social é um documento importante e eu tenho o direito de adquiri-lo. Sem o social a pessoa não pode alugar uma casa, não pode alugar um carro, não pode ter um cartão de credito, comprar um carro, ter um seguro, já que sem social a pessoa não possui uma história de crédito, etc. O importante é deixar claro que o estudante não tem a intenção de quebrar a lei quando tiver em mãos o documento (social). Trabalho só “voluntário”.

Outro argumento é a necessidade da "Driver License". O estudante muitas vezes precisa de uma licença para dirigir rapidamente, já que muitas vezes a policia local não aceita a carteira de habilitação internacional. Também, retirar o documento sem social é bem complicado, demorado e em certos casos impossível. Isso porque sabemos das discriminações sofridas por aqueles que não possuem o SSN. Assim, o estudante pode pedir uma carta a escola, que não poderá ser negada, pois é um direito do aluno.

Não quero favorecer nem desfavorecer nenhuma escola, acreditamos apenas que algumas informações podem ajudar a muitos, portanto não citaremos os nomes das instituições que facilitam a aquisição dos documentos (F1 e depois SSN). Mas todos os estudantes que aceitaram falar com a nossa redação estudam na área de Boston, com mensalidades que variam de U$440,00 a U$900,00( varia de escola e do nível de inglês do estudante).

Como um turista fica legal se tornando um estudante? Isso é possível apenas se o tempo de permanência ( que pode variar, mas no geral são 06 meses) não expirou. A pessoa que possui o visto de turista se dirige a escola escolhida munido do seu passaporte e do seu I-94(papel recebido no avião que é preenchido, uma parte fica no guichê da imigração e a outra é anexada ao passaporte). Paga então taxas para a imigração, para a escola, e outras que perfazem em média um total de U$500,00 (o valor pode variar por escola). O processo de mudança de visto pode variar. Há estudantes que receberam o seu I-20(documento do estudante que garante a sua permanência legal, enquanto estudar, nos USA) em duas semanas, outros, receberam após quatro meses. É importante lembrar que enquanto a resposta não chega, a pessoa tem que estudar “part time”. Para muitos é uma vantagem, pois enquanto a resposta não chega o estudante não paga a mensalidade integral.

Fique atento: Algumas escolas têm contratos e antes de assiná-los leia atentamente. Se o seu inglês não for bom, leve alguém que possa ajudá-lo. Há contratos que não permitem a transferência para outra escola enquanto não forem completados seis meses de estudos. Há escolas que cobram outras não, uma taxa para o estudante tirar férias. Depois de assinar o contrato em certas escolas, o aluno tem apenas 03 dias para cancelar o contrato e receber o dinheiro de volta, passado esse período o estudante não recebe nada.

Estou tentado ajudar os brasileiros e estou aberto a quaisquer informações que porventura possam ajudar a comunidade. Temos algumas denuncias de alguns alunos que precisam ser checadas e comprovadas antes de ser publicadas. Se você sabe de algo, quer saber mais e quer colaborar escreva para, pmonauer@hotmail.com

Paulo Monauer

No comments:

Post a Comment