Tuesday, August 28, 2012

Reviravolta:Brasileiros chegam do Brasil em ‘massa’ a Massachusetts


A comunidade brasileira aqui nos USA tem uma nova realidade quando a questão é estatísticas referentes a números de brasileiros residentes em Massachusetts, na verdade nossa comunidade esta adquirindo um novo perfil, ainda não bem definido. Como a nossa reportagem chegou a esta conclusão. Devido a vários fatores; Um deles é que milhares de brasileiros que aplicaram para a sua legalização quando o Presidente Bill Clinton prorrogou a lei 245i, isso lá em 2000, 12 anos atrás, chegaram ao fim dos seus processos e ganharam finalmente o tão sonhado ‘Green Card’, e não estamos falando só de indivíduos, mas sim de muitas famílias completas também.
Outro dado interessante é que desta mesma turma que aplicaram na lei 245i, que já ganharam o Green Card e já ultrapassaram a barreira dos cinco anos de legalização, muitos já aplicaram e se tornaram cidadões americanos. Normalmente tem no mínimo tres cerimônias de cidadania por mês aqui nos arredores de Boston, e o Hello já compareceu em umas três cerimônias destas, inclusive já publicamos duas matérias sobre o tema, tudo isso para confirmar e ter uma ideia de quantos brasileiros se naturalizavam cidadões americanos nestas cerimônias. Em todas que fomos constatamos que sempre havia mais de 15 brasileiros recebendo a dupla cidadania em cada cerimônia, e este processo esta em franca evolução, e acontece todas as semanas. Logo, o lógico está acontecendo, o numero de brasileiros ilegais está diminuindo, o numero de brasileiros legais está aumentado e o numero de brasileiros com dupla cidadania esta em pleno andamento aumentado muito.
Agregado a tudo isso agora com a facilidade com que os brasileiros ganham vistos de turista nos consulados americanos no Brasil hoje, estão inflacionando a chegada de muitos compatriotas aos USA, não estamos falando de turistas brasileiros, estamos falando de quem tira o visto de turista para ficar e trabalhar por aqui nos USA.  Tem muitos que estão chegando que já haviam tentado o visto mais de cinco vezes, e todas as vezes receberam um não como resposta. Agora nesta nova fase dos consulados americanos no Brasil eles aplicaram novamente e tiveram seus pedidos aceitos e ganharam o tão sonhado visto de turistas.
Lucia Teixeira é uma paranaense que viveu aqui por mais de 7 anos, em Quincy, tirou o social verdadeiro na época, tinha carteira de motorista valida aqui em MA, e viveu aqui na ilegalidade depois que o prazo de permanência expirou. Voltou para o Brasil e ficou lá por 3 anos e agora tentou o visto para voltar aos USA e incrivelmente foi aceita, deram o visto de turista para ela novamente, hoje ela trabalha limpando casas na Ilha de Marthas’s Vineyard há mais de 4 meses. 
Tirar um visto de turista no Brasil hoje nos consulados americanos e tão fácil, que esta possibilitando a chegada de famílias inteiras oriundas de o Brasil chegarem a MA. E o caso da filha da cabeleira Vanda Fernandes, moradora de Framingham. Esta semana ela estará recebendo na sua casa, a filha o esposo e suas duas netas que não via há anos, direto de Goiânia para Framingham. Todos com vistos de turista e vão se alojar na casa dela. Ainda não tem nada definido se eles vão ficar ou voltar para o Brasil, tudo pode acontecer, mas Vanda nem quer pensar nisto agora, ela é só alegria e não vê a hora de encher a sua casa com a família de sua filha e matar a saudade deles. 
O caso de Daiany Mendes Gonçalves, 22 anos, solteira e ex-moradora da cidade de Goiânia tem um enredo um pouquinho diferente do caso da Vanda do Unisex Hairdresser, de Framingham. Daiany tem seu pai aqui nos USA, que se legalizou pela lei 245i, e também já se tornou cidadão americano. O pai aplicou para trazer a filha do Brasil para ela morar com ele aqui nos USA, o processo foi rápido e Daiany chegou faz duas semanas, no momento mora com o pai, e já esta trabalhando na Padaria Brasil Bakery de Framingham. Esta com muito medo do frio, mas não tem medo de trabalho, bem determinada, e cheia de planos, ainda não definiu quanto tempo vai ficar aqui nos USA ou se vai ficar por aqui mesmo, principalmente agora que pode ir e vim do Brasil a hora que quiser, contudo ela se diz muito feliz de poder rever o pai e estar aqui nos USA no momento.
Por outro lado dizem as boas línguas que todas as fofocas da comunidade passam primeiro por um salão de beleza, e o Anderson Santos, natural da cidade de Tarumirim pertinho de Ipatinga, MG, vive nos USA há 10 anos, e é cabeleireiro do Baby Hair Salon, em Framingham.
Confirmou tal fato carinhosamente a nossa reportagem: ‘Seguidamente corto muito cabelo de pessoas recém-chegadas do Brasil, na verdade quase toda a semana. Tem muita gente chegando isto é um fato é você pode sair por ai perguntado e você vai ter a confirmação do que eu estou falando é verdadeiro e correto’. 

HBN – Notícias – Paulo Monauer
Foto Paulo Monauer
Facebook – Hello Brazil News

Tuesday, August 21, 2012

FreeWay Moving entra em erupção




Exitem duas ordens de prisão para os donos da FreeWay. ativas emitidas pelas cortes de Small Claims em Massachusetts
Já faz algum tempo que Freeway esta com grandes problemas nos portos do Brasil, com inúmeros containers presos no porto de Paranaguá e Itajaí. O problema começou lá atrás quando a BR Courier recebeu um sinal vermelho no porto de Paranaguá e acabou por fechar as portas. Quem estava na fila vindo dos USA embarcou na malha fina de documentos. A partir daí começou uma saga para FreeWay. Como tinha a pratica de mandar um container com no mínimo 180 volumes/caixas e no máximo 220 volumes/caixas com um só BL (nota fiscal que acompanha o container no nome de alguém que esteja fazendo a mudança legalmente com toda a documentação) acompanhando um container de 40 pés. Muito raramente levava um container com 2 BLs. Enquanto que nestes casos para evitar problemas às empresas levam um container com 4 ou 5 BLs, para não levantar suspeitas com os ficais da receita. Fica muito difícil para qualquer ser mortal, experiente na profissão como são os fiscais da receita, acreditar que alguém morou nos USA e tem na sua mudança 200 caixas de 28 polegadas e nenhuma mobília. E lógico que vai bater na trave.
Onde estão os containers da FreeWay no Brasil?
Quantos são no total?
·       Porto de Paranaguá, PR – 16 Containers – todos eles enviados para o Brasil pela Rose Containersline, Inc de NY, USA.
·       Porto de Itajaí, SC - 8 Containers – todos enviados para o Brasil pela Acer Logistics Pvt. Ltd, New Delhi na Índia, que tem filial no Brasil.
·       Porto de são Francisco do Sul, SC – 3 Containers - todos enviados para o Brasil pela Acer Logistics Pvt. Ltd, New Delhi na Índia, que tem filial no Brasil. Estes 3 containers foram literalmente abandonados pela FreeWay, um deles foi ‘dissolvido’, ou seja, a receita o abriu, separou tudo, coisas novas foram para o leilão, coisas usadas foram para doação, e fotos e documentos podem ser retirados pelos clientes da FreeWay que enviaram algum volume com eles e já esta a disposição dos mesmos.  
·         Estimativa de volumes preso nos portos do Brasil da Freeway sem solução: em média pela quantidade de containers, 5.000 mil volumes estão parados e alguns já em processo de ser dissolvido. 
·         A FreeWay Moving e mais uma das empresas de transportes brasileira dentro dos USA que só tem uma licença domestica, ou seja, só pode fazer mudanças dentro dos USA. Ela não tem nenhuma licença para fazer uma mudança internacional, apesar de que só operava nesta função. Logo todos os seus containers que saíram dos USA estava em nome de agentes que alugam os seus nomes e empresas para este fim, neste caso a Rose e a Acer, que é uma transação legal. 
·         A FreeWay deve dinheiro para os dois agentes, que não querem mais trabalhar com eles.  
·         A FreeWay deve uma fortuna de taxas portuárias no Brasil, e usa deste expediente para pedir mais dinheiro aos seus clientes, e não é pouco, para alguns chega a pedir mais de 10 mil reais, outros 3, 4 mil reais. Mesmo o cliente pagando este valor não tem garantia nenhuma que vai ver seus pertences de volta. 
·         De um tempo para cá a FreeWay esta pedindo uma serie de documentos, que na verdade todos nos sabemos que é para ganhar tempo, e mais dinheiro, pois mesmo quem já entregou tais documentos a mais de 6, 7 meses até hoje não tem noticia de seus pertences. 
·         Os donos da FreeWay são Eber Palmeira e Raquel Berger. O Eber esta no Brasil desde fevereiro/2012 e dizem que ele não pode voltar aos USA. Raquel, sua esposa tenta segurar as pontas em NJ, mas o cerco esta se fechando. 
·        A FreeWay Moving tem em andamento mais de 150 causas no Small Claims em Massachusetts, umas 30 causas em New Jersey, umas 3 na Florida, umas 10 Filadélfia, isso é que temos conhecimento, pois todas estas pessoas foram às cortes com a ajuda do Hello Brasil News para buscar legalmente os direitos de acordo com as leis americanas. A FreeWay tem o direito de se defender, e de ganhar ou perder. Mas a verdade é que hoje em Massachusetts existem 3 ordens de prisão dada pelas cortes de Small Claims contra os proprietários da FreWay, as três juntas somam o total de $17 mil dólares que a FreeWay tem que pagar. Isso que dizer que a qualquer momento o gerente da filial de Massachusetts ou os donos da FreeWay em NJ, podem ser algemados e levados a frente do juiz para pagar o que os magistrados determinaram por direito que eles pagassem aos seus clientes. 
·        O Hello esta acompanhando cada caso nas cortes e auxiliando os clientes da FreeWay a resolver seus problemas com esta Transportadora, que inclusive tem publicidade no Hello Brasil News. Tentamos um acordo para favorecer estes clientes que já ganharam na corte. Se a FreeWay pagasse o que deve a eles por direito os $17 mil dólares o Hello Brasil News não publicaria nenhuma matéria sobre o tema, desde que eles honrassem o que as cortes decidiram. Após três semanas de enrolação e sem uma resposta definitiva, só nos restou publicar o que se passa com esta empresa para a comunidade, e aos clientes que já ganharam seus processos na corte o que resta agora é mandar prender os donos ou algum funcionário de nível de gerencia da empresa, este é próximo passo que esta sendo organizado por eles. 
·        Não envie nenhum volume ou mudanças pela FreeWay, espere a ter a solução desta confusão que nossa comunidade já conhece bem, passar, se passar. 
·        Apesar de tudo isso a FreeWay mantém suas portas abertas e recolhendo mudanças e caixas/volumes e ainda se mantém atendendo aos telefones, sabe se lá por quanto tempo. 
·        Ironicamente este texto esta postado na web da FreeWay Moving – “ Na Freeway Moving & Transportation, LLC, nós fazemos muito mais do que apenas transportar os seus bens. Nós ajudamos indivíduos, famílias e negócios a transferir suas vidas e seus negócios para um novo ambiente empresarial e/ou cultural com um mínimo de estresse e de ansiedade. Nós acabamos com a tensão da mudança colocando ao seu dispor o nosso conhecimento sobre as regulamentações aduaneiras nos EUA e na América Latina, bem como a documentação exigida, exigências para empacotamento, custos, questões relacionadas a transportes secundários e coordenação da entrega dos seus bens no destino final. Nossa equipe é educada e cortês, formada por especialistas” . Você como cliente confirma isso? A realidade hoje é bem outra, o contrario de tudo o que diz o texto. 
Vamos manter nossos leitores informados daqui para frente e todas as semanas vamos acompanhar este caso com matérias especiais sobre o novo vulcão das transportadoras em erupção chamado FreeWay Moving.
HBN – Notícias – Paulo Monauer
Faça seu comentário no facebook do Hello Brazil News




Tuesday, August 14, 2012

Casais, união estável, está em alta?


·        A busca de cada um
Achar, viver e manter um grande amor é o maior sonho e desafio de todo ser mortal nesta terra. O parceiro ideal. Encontrar alguém que nos ame que nos complete e que nos realize em quase tudo. Afinal quem não quer ter um relacionamento amoroso com intensidade, respeito mútuo, confiança, paixão, cumplicidade, amizade, aquela coisa de pele, e por vai. Quando isso acontece sempre acreditamos estar vivendo um sonho. Tem alguns destes relacionamentos que duram para eternidade. Outros perdem força com o passar dos tempos, e acabam se desfazendo, protagonizando uma nova busca. Este é o processo que todos nos vivemos em qualquer parte do mundo. Um homem atrás de uma mulher e uma mulher atrás de homem. Concordo que algumas regras estão mudando na humanidade, mas ainda estão longe de ter ou ser uma unanimidade aceitável, falo de casais do mesmo sexo. A grande maioria das pessoas vivem próximas de um relacionamento conjugal aceitável, não perfeito, contudo neste caso os predicados da dupla amorosa quase sempre são maiores do que os defeitos, logo a convivência fica compatibilizada, uma vez que não existe ninguém perfeito. E isso não é uma utopia e uma realidade.
·        As dificuldades e separações
Os casais às vezes trocam o curso da história. O homem ou a mulher neste caso se convencem a si mesmos que poderiam ter feito uma escolha melhor no que se refere ao parceiro. O sonho de ter encontrado o companheiro ideal se perde, depois de alguns anos e normalmente um dos dois sofre muito com a perda do outro. Quando tem filhos, dinheiro e patrimônio envolvidos a coisa piora. Tem muitos que conseguem manter uma amizade depois de um fim de um relacionamento, mas existem outros que nem podem se olhar até o fim de suas vidas.
·        Quem é o grande vilão e motivador das separações e divórcios
A sociedade em si. O arroz e feijão de épocas passadas ainda continuam fermentando os divórcios e separações nos dias de hoje. Ciúmes, traição, violência, sentimento de posse, confinamento das mulheres, etc., ganhou novos adeptos com o passar dos tempos. O mundo evoluiu, e as coisas que vemos hoje, são novidades que há 30, 40 anos não existiam. Como por exemplo: o mundo eletrônico com TVs coloridas, DVDs, alarmes, computadores, aviões modernos, trens bala, telefones celulares, satélites, antenas parabólicas, etc., com isso a conexão de um lado outro do mundo hoje se faz em segundos. Ninguém vive mais como primitivo, só quem quer. No dia a dia fora dos eletrônicos nos ganhamos mais baladas, a proliferação da bebida, das drogas, a violência aumentou em todas as áreas, a prostituição foi oficializada como profissão, etc.. Agregado a tudo isso a facilidade de se ganhar mais dinheiro e o avanço das classes menos favorecidas elevadas a consumidores de pesos, de alguma forma representam certa motivação de independência nas pessoas. A autoestima fica maior do que deveria e vem à arrogância de pensamentos e atos como: ninguém precisa de ninguém e todo mundo tem um preço, ou tudo é possível de se adquirir quando se tem dinheiro, inclusive o amor. Apesar de tudo isso hoje o numero de pessoas que sonham e se arriscam a acreditar em seus sentimentos e casarem é infinitamente maior que os números dos que se separam depois de casados.
·        Casar sem estar casado
Morar juntos virou opção de luxo, como se fosse uma faculdade da vida a dois. Se depois de algum tempo os dois descobrirem que são compatíveis acabam casando, ou melhor, se graduando no amor. Errado. A grande maioria que usa deste expediente cai na comodidade e protelam uma união legal perante a lei, eu digo de papel passado. A coisa proliferou tanto na ideia de morar juntos sem contrair um casamento que as leis mudaram para se ajustar ao novo fato social. Depois de algum tempo vivendo com alguém, você já tem os direitos conjugais garantidos, mesmo que nunca tenha entrado em cartório ou prefeitura para se casar.
Apesar de tudo isso eu acredito que a família é e sempre vai ser à base da sociedade, em qualquer parte do mundo. Como já dizia um grande líder religioso Spencer W. Kimball:
‘Nenhum sucesso compensa o fracasso no lar’.
Você acredita nisto? 

Boa semana!

Paulo Monauer
facebook – Hello Brazil News

Tuesday, August 7, 2012

Apostolo Jota Moura, pisa na bola e trai a esposa com várias mulheres entre elas a tesoureira da igreja

O Apostolo Jota Moura até bem pouco tempo era o Presidente Internacional da Igreja Batista Shalom e presidente Faculdade de Teologia Shalom Internacional, no Watertown, Boston. Com uma ótima dicção, boa desenvoltura, com facilidade para discursar, eloquente, e um profundo conhecedor teórico da Bíblia, com suas palavras se mostrava muito persuasivo, ganhou vários fiéis.  Participou como membro fundador do Comitê de Cidadania de Boston e sempre teve uma grande penetração com os Pastores da comunidade e era muito respeitado, nesta região de Boston, pois formou a maioria dos Pastores na faculdade que presidia. Além de tudo dava cursos de capitania.
 Todos estes predicados caíram por terra quando sua esposa Pastora Regina Pinto Moura, descobriu que ele estava lhe traindo. Ela estava voltando de uma cirurgia delicada de apneia, quando tomou ciência de gravações com conversas indecorosas de seu marido o então Apostolo Jota Moura com uma de suas amantes a tesoureira da igreja irmã Elma, que atuava na Igreja CB Shalom Internacional, no Bairro Eldorado em MG.
A Pastora Regina indignada com a situação pede divorcio, de forma irrevogável ao Apostolo Jota Moura, que vem do Brasil para o Havaí no dia seguinte, local onde estava morando com sua esposa. A Pastora Regina estava em casa ainda se recuperando da cirurgia de apneia, com o rosto inchado e com algumas dificuldades para respirar. 
O Apostolo Jota Moura ao chegar ao Havaí tenta persuadi-la há dar um tempo para ele, pede que ela espere uma ano ou dois para que ele pudesse reorganizar tudo e não perder o prestigio que ele conseguiu na igreja e levou anos para conquistar, em troca ele lhe daria um divorcia ‘amigável’.
A Pastora Regina, fica indignada com a cara de pau do Apostolo Jota Moura em lhe propor tal absurdo e se nega a esperar e aceitar tal oferta e não abre mão do divorcio. Neste momento o Aposto Jota Moura se sentindo acuado perde a cabeça e num impulso agride a esposa, e tenta sufoca-la pelo pescoço, ela impossibilitada e voltando de recuperação da cirurgia onde os médicos tiveram que quebrar todos os ossos do seu rosto para refazer as vias respiratórias, foi uma presa fácil, para o Apostolo Jota Moura, 20 anos mais velho que sua esposa.
Ela mesmo assim o enferma tenta lutar contra o violento Apostolo Jota Moura, mas ele era mais forte que ele e em um determinado momento ela desistiu de lutar e aceitou a morte. Neste momento em que ela perdeu as forças o Apostolo Jota Moura recobrou a memória e soltou o pescoço da sua esposa.
Ela ficou com marcas no pescoço do estrangulamento que sofreu. E algumas placas que foram colocas para refazer seus ossos do rosto que foram quebraram, causando sérias dores. Hoje ela esta em observação para ver se não vai ter que fazer uma nova cirurgia corretiva, em razão dos estragos que teve ao se debater enquanto estava sendo estrangulada pelo Apostolo Jota Moura.
Não obtendo resposta positiva da esposa que estava implacável no divorcio, e depois de recobrar a consciência, no outro dia o Apostolo Jota Moura volta para Boston e tenta convencer seus fiéis que ele é um bom homem e que sua mulher esta com problemas psicológicos em razão da cirurgia que fez no rosto, tudo isso para justificar os seus adultérios.
Como não colou a sua desculpa com seus fiéis que já sabiam da história toda. O Apostolo Jota Moura tenda desesperadamente apagar as provas que o incriminam e liga de Boston para seu sobrinho Thalles Brandão no Brasil, pedindo para ele apagar arquivos da internet, e-mails e mais um monte de coisas no seu computador, onde ele tem um conteúdo comprometedor dele com as amantes. Alega que foi um vírus, que pegou o famoso ‘cavalo de troia’ e pede sigilo absoluto ao sobrinho, e ainda fala mal de sua mulher para ele.
O Apostolo Jota Moura, escandaliza e envergonha os seus fiéis, sua Faculdade de Teologia e Capitania. Sua moral esta liquidada em Boston. Além de se mostrar um homem violento, ao quase matar a esposa, tenta pagar as provas que incriminam, e ainda chama sua esposa de louca psicótica.
Entretanto nada disto funcionou, todos os detalhes desta trama toda esta no ‘You Tube’, contada pela boca da própria Pastora Regina, e no ‘You Tube’ tem varias gravações do Apostolo Jota Moura com seu sobrinho Thalles Brandão, armando para apagar as provas do seu computador contra ele.
Em determinado momento no seu vídeo gravado no ‘You Tube’ a Pastora Regina se refere ao ex-marido Apostolo Jota Moura da seguinte forma:
‘...Eu imaginava que ele era um homem de integridade, um homem de Deus, um homem 20 anos mais velho que eu, um homem que de maneira alguma esperei que fosse se comportar como um adolescente no ‘cio’, eu jamais imaginei que um homem tão velho pudesse ser tão tolo... ele queria que eu lhe desse dois anos e mantivesse as aparências para ele manter e salvar a sua imagem religiosa que levou anos para conquistar a qualquer custo...’
Quem é o era o Apostolo Jota Moura?
Nascido no dia 13 de março de 1948 em Carolina (Maranhão), Brasil, filho primogênito do casal João Fernandes Rocha (in memorian) e Isabel de Moura Rocha. Herdou do seu pai, além do sangue português e judeu, o espírito voltado para os estudos, a mística e a espiritualidade; por parte de mãe, herdou sangue indígena e franco-árabe, além da verve para o trabalho, vivacidade e força de personalidade. Converteu-se a Jesus Cristo, aos 15 anos de idade (10.02.63) em Goiânia/GO, numa conferência sobre oração, com o então Pr. Jairo Gonçalves, após uma grande crise existencial e busca da morte. Após uma vida de prazeres mundanos e sem significado, encontrou na leitura da Bíblia e na Igreja Evangélica a resposta para seus anseios.

Foi batizado nas águas em 11.03.64, pelo Pr. Tito Assis Ribeiro, na Segunda Igreja Batista em Campinas/GO. Desde que se converteu, dedicou-se de corpo, alma e espírito ao trabalho de Deus através da mesma Igreja. Pregou seu primeiro sermão em 29.06.64. Através de uma mensagem do Pr. David Gomes, recebeu o chamado para o ministério da Palavra. Batizado e cheio do Espírito Santo, em 02.11.64 numa reunião de oração pró-Renovação Espiritual, na residência da Mis. Ana Maria Avelar Carvalho, com quem mais tarde trabalhou como evangelista na fundação da Igreja Presbiteriana Bom Pastor, em Anápolis/GO e auxiliou nos primeiros Encontros dos "Jovens Livres" de Goiânia/GO. Após uma trajetória como evangelista e avivalista leigo, no estado de Goiás, ajudando a edificar igrejas em Goiânia, Anápolis, Inhumas, Jataí e outras, transferiu-se para Belo Horizonte/MG. Depois de concluir o STEB em 1969, foi pastorear a Segunda Igreja Batista de Aimorés/MG, onde permaneceu por três anos de trabalho incansável. Antes trabalhara como seminarista com as Igrejas Batistas de Carlos Prates e Floresta em Belo Horizonte, além de viajar por vários estados do Brasil como conferencista, ganhando dezenas de vidas para Cristo e edificando a Igreja do Senhor Jesus. Cursou o primeiro grau em Goiânia/GO e o segundo e terceiro graus em Belo Horizonte/MG, onde bacharelou-se em Teologia, Filosofia e Direito. Em 1973, após uma prolongada estafa, voltou a residir em Belo Horizonte, assumindo em 01.12.73, efetivamente o pastorado e presidência da COMUNIDADE BATISTA SHALOM (antiga IB Barreiro). Em meio às lutas destes 30 anos de ministério revolucionário, pelas propostas de restauração da dinâmica espiritual e estruturas da Igreja na perspectiva do Reino de Deus, encontrou fôlego para expandir o trabalho da B'Shalom, plantando dezenas de Igrejas (inclusive em outras cidades, estados e países). Além de cursar várias faculdades, fez também: Mestrado e Doutorado em Teologia e Divindade, especialização em História da Igreja e pós-graduação em Direito.

Escritor de vários livros (muitos ainda não publicados), conferencista, professor em escolas seculares, faculdades e seminários, foi também advogado militante em Minas Gerais e defensor público em Contagem/MG onde recebeu o título de Cidadão Honorário. Membro filiado à OMEB - Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil, Membro da OIJ - Ordem Internacional dos Jornalistas, AEVB - Associação Evangélica Brasileira e OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, Membro-Fundador do BMNet - Brazilian Ministers Network, Boston. Fundador dos seguintes órgãos e programas: Rádio Presença, Diaconia FA'S e do Shekinah - Acampamento e Centro de Conferências, também fundador da Missão MIMBI'S, FAT'SI - Faculdade Teológica Shalom Internacional, além de ser o editor e diretor do Jornal Gospel News e da Revista Evangélica Basiléia, ambos de circulação nacional e internacional, apresentador do programa radiofônico Hora da Bênção em Boston.

Não resta a menor dúvida de que a vida deste homem de Deus demonstra o testemunho de um profundo comprometimento com o Reino de Deus. Ele tem um espírito afoito e desassombrado para se atirar de corpo inteiro, naquilo que discerne ser a vontade do Senhor. Não teme mudanças, desde que estejam comprometidas com a verdade da Palavra Revelada e visem o bem da obra do Senhor Jesus Cristo.


HBN – Paulo Monauer
Fotos Divulgação
www.hellobrazilnews.com
www.pmonauer.com
facebook – Hello Brazil News


A banalização da palavra e titulo de Pastor

As igrejas protestantes vivem uma crise de identidade, pela banalização da palavra e titulo de Pastor. Qualquer um pode ser e é um pastor, sabe-se lá quem designou quem. Na minha época de garoto quando se falava em igreja protestante se falava na Igreja Adventista, Presbiteriana, Pentecostal, Assembleia de Deus e Testemunhas de Jeová, Mórmons, todas estas centenárias. Hoje se abre uma igreja a cada esquina, aqui em Boston. Todo mundo usa e abusa do título, eu sou ‘Pastor’.
Apesar disso qualquer um hoje tem o titulo de Pastor. Pior do que isso é todos que são Pastores querem ou no mínimo sonham em serem Pastores Presidentes da sua própria igreja. Sonho justo, afinal todos devemos ser ambiciosos, mas a que preço? Para abrir uma igreja, basta uma salinha, com meia dúzia de cadeiras e três fieis. Já tá valendo, e é assim que maioria começa no mundo ecumênico e eclesiástico. A grande maioria não vai muito longe, tem um tempo de vida pré-determinado, e por fim acaba se agregando a outro Pastor e outra igreja para tentar ir em frente, aquela coisa de unir forças e fiéis, para ver se da certo.
O pior de tudo isso é que hoje tem mais pastores que ovelhas, e muitos deles não se dão entre si, a grande maioria conhece algo podre um do outro, ou tem algum resentimento que não conseguem às vezes nem dividir a mesma sala, e todos se dizem ungidos de Deus nas suas reuniões.  E quem sou eu para contestar?
A grande luta individual de cada um é ganhar mais ovelhas, libertar o pecador, e trazer eles de volta para Cristo. Este é o discurso oficial. Contudo nos bastidores das igrejas rola coisas que até Deus duvida que isso esteja acontecendo, e o pior que muitos deles fazem mil e uma promessas e dizem fazer tudo em nome de Jesus, será?
Hoje o que mais existe em algumas igrejas são alguns fiéis de fácil manipulação, sem orientação pessoal, sem discernimento, que acreditam em qualquer coisa, e para isso fazem qualquer coisa até se jogam no chão, gritam apavoradamente e dizem estarem se libertando.
Não obstante a agressividade, gritos, berros não fez parte e nunca fará em nem fez do dia a dia de Cristo ou dos profetas, e para entender isso ninguém precisa ser formado em teologia. Logo, pregar aos berros liberta uns e assusta outros que não se sente confortável nestes ambientes de muito barulho.
Hoje em Boston tem Pastor de tudo quanto é ordem, pela facilidade de se conseguir este titulo, mas a atividade mais popular dos pastores e ir para as rádios e fazer o seu programa, nada contra, dá ibope e quem sabe até pode trazer mais ovelhas para o rebanho. Entretanto muitas vezes estes programas de rádio são só para manter os próprios devotos da igreja do Pastor radialista, aquela meia dúzia, por que se o Pastor não faz o programa de rádio, e o pastor concorrente faz, ele vai acabar perdendo fiéis para a igreja do vizinho.
Tem gente boa, correta, honesta, limpa, e realmente espiritual, que de alguma forma faz muito bem para a sociedade e comunidade entre os Pastores da região de Boston, e todos nós sabemos disto. Nem todo mundo é farinha do mesmo saco. Mas também tem a turma que envergonha a classe, e eles estão crescendo muito rápido, se espalhando como joio no trigo.
O Brasil hoje é maior fábrica de pastores do mundo, e a maior fábrica de igrejas também. A coisa virou uma indústria e o dinheiro é o poder de barganha que mostra a força espiritual que cada Pastor Presidente tem nas mãos. Quanto mais dinheiro mais espiritualidade a igreja tem, consequentemente mais fiéis. A onde vai parar tudo isso? Não sei.
Talvez logo, logo apareça uma medida eficiente do governo que pode quem sabe assustar alguns como, por exemplo: acabar com a mamata das igrejas de não pagarem impostos e não terem suas receitas auditas pelo fisco.
Em Boston nos últimos tempos dentro da comunidade brasileira, já vimos e ouvimos falar de tudo um pouco sobre os pastores locais, mas ainda não vimos tudo. Tivemos Pastor que falava com os anjos, Pastora que fazia sexo com as garotinhas/menininhas menores da sua igreja, Pastor que durante o seu programa de rádio falou horrores para fiéis no ar como: ‘......... se eu estivesse no Brasil eu ia mandar te dar uma coça, eu vou te integrar para imigração......’, Pastor que é preso pela imigração e que desdenha da imigração e da polícia americana ao se referir a sua prisão depois de ficar mais de 15 dias enjaulado, é quando foi solto vendeu manchetes como: ‘...eu estava de férias na cadeia da imigração, etc....’. E agora o Presidente de umas maiores igrejas protestantes de Boston o Pastor/Bispo J Moura, conhecidíssimo da comunidade traiu a sua esposa com algumas amantes entre elas a tesoureira da sua própria igreja.
A coisa tá feia. Pecar é coisa normal, para qualquer ser mortal, mas não pega bem para quem vende austeridade, fidelidade, vive e sustenta a sua família da palavra de Deus e tem como profissão Pastorear fiéis. Definitivamente estes não podem trair esposa, ofender na rádio, menosprezar a polícia, bilinear crianças, e por ai vai.
Mas vamos em frente e quem não tem pecado que atire a primeira pedra!

Boa semana!

Paulo Monauer
www.hellobrazilnews.com
facebook -  Hello Brazil News

Thursday, August 2, 2012

A saga: Mudanças e caixas para o Brasil




Enviar caixas para o Brasil de acordo com a legislação brasileira é ilegal. 
Um relato impressionante de uma cliente da BR Courier
No meio de tudo isso teve uma leitora do Hello Brazil News aqui da cidade de Lowell, MA que mandou uma caixa pela BR Courier, isso faz quase um ano. Ela é brasileira e legal nos USA, lendo e seguindo as informações do Hello, ela foi atrás de sua caixa na cidade Malden, no depósito da BR Courier. Lá ela descobriu que sua caixa estava no Porto de Paranaguá no Brasil. Não teve dúvidas queria seus documentos, fotos de família, diplomas que estavam dentro da caixa, etc. Comprou uma passagem e foi de Lowell ao Estado do Paraná, no Porto de Paranaguá, desbravando tudo e a todos, encarando aquele barro vermelho do Paraná e muito frio e chuva até chegar ao porto. Andou pelos arredores, pediu uma informação aqui outra ali e sozinha foi em frente. Até que chegou a sede da Policia Federal no Porto e conseguiu fazer uma denuncia na delegacia, na ocasião falou com o Agente Federal Jefferson Donato Laureano, 2 classe – matrícula numero 14.156, e fez sua queixa, que ficou registrada como ‘entrevista’.
Jeferson ciente da dor e problemas de muitos brasileiros referentes às caixas ouviu, registrou e tentou ajudar a dona Glória Figueiredo. Gloria falou das reportagens do Hello Brazil News, citou o nome do editor Paulo Monauer no seu depoimento, e os oficiais abriram o site do Hello e viram inúmeras reportagens com fotos publicadas no site e blog do Hello, e ficaram abismados, por que não tinham noção do tamanho do problema, ou na verdade tinham, mas não sabiam que alguém esta difundindo todas estas informações. Trataram Gloria carinhosamente, levaram ao porto, até mostraram a sua caixa, mas não podiam entrega-la, por que o cabeça do container que tinha o BL no seu nome não compareceu a receita para liberar o container. O container foi dado como abandonado. Sua chance de ver seus documentos, fotos, diplomas e recordações, terminou ali em frente a sua caixa, em frente aos seus pertences, mas sem poder toca-los ou retoma-los para o seu domínio.
Gloria perdeu tudo, chegou tão perto, mas não conseguiu e já voltou para a cidade de Lowell, MA. Ela pediu que relatássemos a sua história, por que quem sabe tudo isso não venha de alguma forma a beneficiar outras pessoas.
HBN – Notícias – Paulo Monauer
Fotos Paulo Monauer