Friday, January 4, 2013

Quadrilha da mídia brasileira de Boston é constituída pelos seguintes jornais e jornalistas brasileiros: Brazilian Times dono Edirson Paiva e Edirson Paiva Jr e o jornalista Luciano Sodré - Monica Freitas - Massagista / Estudante - Jornal dos Sports dono Alex Colombini, jornalista Jehozadak Pereira - Jornal Negocio Fechado dono Walter Medeiros

Quadrilha de difamadores da mídia brasileira de Bosto é Desmascarada
Foto de Edirson Paiva, Edirson Paiva Jr., Luciano Sodré, Monica Freitas, Alex Colombini, Walter Medeiros, Jehozadak Pereira 
www.hellobrazilnews.com  -  pmonauer@hellobrazilnews.com
www.facebook.com/hellobrazilnews
Fim do abuso! Acabou o anonimato da ‘gang da mídia’, acabou a impunidade!
·       Os integrantes da Gang:
Edirson Paiva dono do Jornal Brazilian Times de Massachusetts, Edirson Paiva Jr. seu filho editor e Luciano Sodré editor assistente e repórter do BT, Mônica Freitas empresária profissional de Massagens/Estudante, Alex Colombini e Walter Medeiros, ambos os donos e gerentes mútuos dos Jornais dos Sports e Negócio Fechado e donos também do programa de rádio Negócio Fechado, completa a gang junto com o editor Jehozadak Pereira que também trabalha na mídia da rádio 650AM de Framingham, ao todo são 7 elementos.
·       Influência da Gang na comunidade:
Todos se dizem influentes na comunidade, neutros, isentos e acima do bem e do mal. Conjuntamente gostam de pregar lições de moral, se dizem profissionais das áreas onde trabalham, alegam que seus concorrentes não tem a mínima postura ética e profissional. Pregam austeridade, escrevem o que querem e o que pensam sobre qualquer um, e se acham impunes a qualquer sinal de reprovação.  A ramificação em cadeia de informações fraudulenta da gang ultrapassa as barreiras do estado de MA.
·       Armas de divulgação da Gang:
Na verdade usam mídias impressas que possuem, programas de rádio, web e mídias sócias da internet. O clã dos 7 integrantes perfeitos e soberanos, que se dizem doutores de como se faz mídia comunitária fraudulenta. Juntos a gang tem mais de 45 anos nos meios de comunicação nos USA. Usam seu tempo de mídia como escudo e arma para quem afronta-los par mostrar ou apontar seus abusos arbitrários.
·       Posição do Hello agredido violentamente pela ‘Gang da Mídia’:
Agrediram a pessoa errada e a mídia errada. Só estaria correto se apresentassem provas. Passado mais de uma semana e como o Hello solicitou por escrito e por telefone aos mentores da gang, provas das denuncias e eles se calaram, o Hello Brazil News e seu editor foram atrás de outras arbitrariedades de matérias da quadrilha da mídia de MA. Nós encontramos inúmeras pautas publicadas de abusos arbitrários grotescos cometidos por este punhado de indivíduos desqualificados que circulam no nosso meio. O Hello não nasceu para se calar, nem para ser um paladino da justiça, muito menos para ser um moralista, nunca tivemos e nem vamos ter funções de polícia. O Hello nasceu para ser a voz consciente, correta, justa, com provas dentro da mídia local. Toda as denuncias do Hello são baseadas em papeis, provas, documentos, investigação, este é nicho que procuramos, e por ai que trabalhamos e ganhamos a credibilidade e confiança da comunidade, dos clientes e do nosso leitor. Nossa honestidade não tem preço,  não se compra e não se tira com acusações frias e fraudulentas. Temos orgulho da nossa simplicidade. Trabalhamos sério, sem falsas denuncias ou denuncias sem fundamento, sencionalista, como é caso desta Gang da Mídia. Quem já se sentiu ofendido por esta trupe de mau caráter, por estes lixos da imprensa, procurem o Hello tragam as suas provas e evidencias, ou mesmo a falta de provas do que eles publicam e vamos desmascarar esta gente baixa e pequena. A nossa comunidade merece limpar seus cânceres crônicos, merece separar este joio do trigo. Os pingos precisam ser postos nos devidos ‘is’.
·      Postura profissional dos indivíduos da Quadrilha:
 Alex Colombini, Mônica Freitas, Walter Medeiros, Edirson Paiva, Jehozadak Pereira, Luciano Sodré (Brasil), Edirson Paiva Jr. (Juninho). Quando eles recebem uma denuncia de alguém da comunidade, usam dois pesos e duas medidas. Se este alguém denunciado é um individuo que eles queiram ‘detonar’ ou um ‘desafeto deles’, ou uma ‘pedra no sapato’ como um concorrente: ACATAM A DENUNCIA E DIVULGAM ONDE FOR POSSÍVEL! Contudo se a denuncia for de um amigo, conhecido ou anunciante de um deles. Não importa a gravidade da situação eles de comum acordo na GANG NÃO DENUNCIA NADA e abafam o caso. Dão desculpas a quem esta acusando ou denunciando e prometem investigar. Resultado: NUNCA investigam, logo nunca publicam.
·       Vítima da Gang: Gilson Ramos x Pai do Felipe (garoto do transplante):
Falaram que o tal Gilson Ramos (não estamos defendendo Gilson, não podemos dizer se ele é culpado ou inocente, bom ou mau caráter, isso não vem ao caso), contudo, chamaram o Gilson de ladrão, que estava sendo procurado pela polícia, pelo FBI, que ele é chantagista, usurpador de indefessos, etc, etc. Só que a Gang não apresentou nenhum documento, que prove que ele roubou o pai do Felipe, não apresentaram nenhum documento da polícia, dizendo que ele estava sendo procurado, não apresentaram nenhum documento do FBI que estava no seu encalço, que estariam à procura dele. NADA, NÃO APRESENTARAM ABSOLUTAMENTE NADA CONTRA O GILSON RAMOS. Sem provas e na base do depoimento e da fofoca, a Gang da mídia agiu em sincronia, fizeram matérias no Brazilian Times, no Jornal dos Sports, no Negócio Fechado, nos programas rádio do Negócio Fechado, mídias sócias, etc.. Até hoje nunca provaram nada, e nunca se retrataram. Colocaram o nome deste homem na lama. Quem vai devolver a reputação dele agora? A resposta da Gang da Mídia a vitima: “Se ele (Gilson) quiser damos o direto de resposta para ele”. Violentaram a vida, o caráter, a moral de uma pessoa sem provas, sem evidencias e largaram o nome dele nas redes sociais. Depois de tudo a gang olha e sorri, e deixa tudo por isso mesmo. ‘Provem que Gilson Ramos é um ladrão procurado pela polícia como publicaram?’
·       Vitimas da Gag: Paulo Monauer, Hello Brazil News, Colunistas e Clientes.
A Gang, deu instruções a Monica Freitas de como agir e fazer a denuncia. Ajudaram em seus vídeos, ajudaram Mônica a montar Blogs difamando o Hello Brazil News e o seu proprietário, ensinaram ela abrir um facebook difamatório, para ela produzir provas que incriminam ela mesmo e pronto.  Aceitaram ela no grupo e foi assim que a vontade de se vingar ou tirar um concorrente do mercado começou. Foram para as manchetes: Paulo extorquiu, fez ameaças, perseguiu, coagiu, roubou,  instruíram ela também a meter o  ‘pau’ na ABI, deram a dica para Monica falar mal dos clientes, dizer nomes de clientes antigos do Hello difama-los. Em fim a ‘Gang da Mídia’, ajudou a Mônica Freitas a produzir uma fala com persuasão nos seus vídeos, logo tinha que ter o chorou da Mônica nos vídeos e nas redações. Tudo certinho, tudo correto, quem não vai acreditar em uma história desta? Tudo maquiado e produzido. MAS A GANG RECHEADA DE MAU CARATER INGENUAMENTE COMO SEMPRE ESQUECERAM DE PUBLICAR AS PROVAS DAS DENUNCIAS ELAS É QUE IRIAM VALIDAR TUDO! Elas simplesmente não existem. Hei empresários e profissionais da mídia: Negócio Fechado, Jornal do Sports, Brazilian Times e Mônica Freitas, Empresária de Massagem/Estudante.  Onde estão as provas dos muitos delitos e crimes enormes que vocês alegam que foram cometidos Paulo Monauer e o Hello Brasil News: Coação; Extorsão; Perseguição; Ameaças; Roubo, Prestação de Contas. Faltaram provas dos crimes Federais; de denuncia para Imigração; agenciador de Casamentos por documentos de imigração, entre outros.  De novo ONDE ESTÃO AS PROVAS destas fofocas?
Publicaram tudo SEM PROVAS, SEM UM DOCUMENTO, SEM BOLETIM DE OCORRêNCIA NA POLÍCIA, sem nada. Mônica Freitas foi instruída a dizer que estava com medo de Paulo, logo deveria ter uma prova polícial disto. Mônica namora ou namorou um rapaz ligado à polícia de MA, durante anos, alguém que conheceu no aeroporto de Boston quando teve problemas com sua bagagem, até hoje são amigos, tem fotos juntos dos dois que pode provar tal intimidade. Durante inúmeras vezes já foram vistos por testemunhas almoçando e jantando nos restaurantes brasileiros, ele sempre soube que a Mônica era e é uma empresária do ramo de Massagens e estudante. De certa forma ela sempre teve a proteção dela para tudo.
·       Hello Brasil e Comunidade Desafiam a Gang da Mídia de MA:
O Hello seu editor e a comunidade honesta e imparcial desafiam os componentes da Gang da Mídia, a imprensa marrom, os marajás da informação caluniosa a provarem somente nestes dois casos de Paulo Monauer e Gilson Ramos o que publicaram, têm muito mais casos e vamos levantar um a um aqui no Hello. Nem que precisamos fazer mil matérias para contar todos que esta mídia dirigida pelo Sr. Edirson Paiva, Edirson Paiva Jr., Luciano Sodré, Mônica Freitas, Alex Colombini, Walter Medeiros e Jehozadak Pereira é falsa, mentirosa, pequena, interesseira, fraudulenta e tendenciosa. Estas pessoas não sabem denunciar, não sabem assinar o texto que escrevem, e não sabem como provar o que escrevem, destroem reputações, famílias, liquidam caráter de pessoas e da comunidade ao seu belo prazer. Depois que acabam com a vida das pessoas oferecem o direito de resposta. Primeiro matam as pessoas e depois de enterradas e sepultadas por todos os integrantes da Gang querem que elas ressuscitem venham aos seus tribunais da mídia (suas redações) e provem sua inocência com o ‘advento de direito de resposta’. Quadrilha: Antes de publicarem suas pautas ou matérias tenham certeza que tenham provas em seu poder. As cortes vão devolver parte desta dor que vocês causaram em dinheiro, contudo a vida das pessoas nunca mais serão as mesmas e consciência de vocês como fica?
·       Hello Brazil News, Comunidade e o Leitor.
Quem já não fez uma denuncia para a ‘Gang da Mídia de MA’ de casos graves e teve o descaso deles, mesmo sendo portadora de inúmeras provas?  Se você foi um destes mande um e-mail para o Hello teremos o prazer de publicar a sua decepção com estes profissionais. Nós vamos até você, seu nome nunca aparecerá e vamos contar sua história nas páginas do Hello. Não vamos decepcionar você, não vamos fazer isso por vingança a estes integrantes da ‘Gang da Mídia’, mas por justiça a você e a comunidade.  Justiça todos merecem, mesmo que tardia ela é bem vinda, e nestes casos o Hello vai ajudar abrindo suas páginas para comunidade. Temos orgulho de tentar ser a voz do povo, trabalhar para isso, coisa que o dono do Brazilian Times Sr. Edirson Paiva, disse que nunca foi e nunca será a “Voz do Povo”, “A voz da comunidade” nos seus veículos de mídia.  O Sr. Edirson Paiva Eles escreveu isso no Brazilian Times na pagina 4 da edição de 21 de dezembro, e não assinou o texto, por que se esconde e tem vergonha do que escreve, mas é responsável por todos os textos publicados do BT.
 
Semana que vem tem mais sobre a ‘Gang da Mídia e seus Integrantes’!

Paulo Monauer

 

No comments:

Post a Comment