Friday, July 17, 2009

“Sail Boston”















Foi um motivo a mais para incrementar os inúmeros turistas que visitam Boston no verão!

O final de semana foi realmente encantador para quem curte uma temperatura na casa dos 87’ (alguma coisa acima de 30 graus), com muito sol. Boston, ao natural no verão, tem uma freqüência de turistas mais elevada do que em outras estações do ano por ser uma cidade com grandes atrativos históricos. O “Sail Boston” trazendo 45 veleiros da marinha de 17 países diferentes neste fim de semana congestionou a orla do centro da cidade. Falam os especialistas que mais de 500mil pessoas estiveram visitando os veleiros, que estavam abertos ao público. As filas eram enormes para entrar em cada barco e bisbilhotar o que eles tinham de melhor. O congestionamento não se dava somente em terra para entrar, inúmeras grandes e pequenas embarcações particulares faziam fila nos cais para observarem os veleiros de um ângulo privilegiado. Poder trocar umas palavras com a tripulação foi uma aventura singular para muitos, que incansavelmente esperaram mais de 2 horas e meia nas intermináveis filas, para entrar nos barcos.
O nosso Brasil esteve representado pelo lindo veleiro “Cisne Branco”, da marinha brasileira. Andando pelo meio da multidão e observando o que havia ao redor, pôde-se notar inúmeras apresentações menores que também chamavam atenção de quem estava se deslocando de um barco para outro.
Famílias inteiras curtiram e aproveitaram o fim de semana. Outra peculiaridade da festa, fácil de ser percebida, é que as pessoas procuravam em primeiro lugar ver o veleiro do seu país de origem para, quem sabe, interagir com a tripulação em seu idioma nativo. O nosso “Cisne Branco” foi uns dos mais procurados pelo público, como sempre, além de ser um velho conhecido da nossa comunidade brasileira em Boston, onde já esteve inúmeras vezes. Mas sem dúvida, um dos barcos mais lindos da exposição era o veleiro da marinha portuguesa, que chamou a atenção de todos.
Foi uma festa para ninguém botar defeito. Congestionou o Charlestown Navy Yard, North End, World Trade Center e o Boston’s Fish Pier. Restaurantes, lanchonetes, vendedores ambulantes, que trabalharam para dar suporte ao trafico marítimo e terrestre, não tiveram o que reclamar e faturaram muito, sem falar nos estacionamentos que não davam conta de tantos carros. Boston que já é linda ficou muito mais bela e glamorosa com este evento.
A cidade borbulhava ação neste fim de semana. Os dias foram perfeitos para qualquer coisa, menos ficar em casa. A população não se fez de rogada e foi passear nas inúmeras praias da orla, no Charles River, nos museus, teatros, cinemas, casa de shows, praças, no estádio da Harvard, com o futebol feminino, ver os jogos do Red Sox... Uma multidão preferiu ir ao Gillettte Stadium em Foxboro, ver o 3 em 1 (três jogos de futebol masculino; um da MLS e dois da Gold Cup em uma só noite). Outros, simplesmente preferiram o anonimato andando de patins ou bicicleta pela cidade. Muita gente optou em pegar um bronze nos gramados das praças de Boston, longe da areia da praia, jogar tênis nas inúmeras quadras públicas, velejar, ir nas piscinas publicas, etc. O importante foi curtir o final de semana, longe da rotina. Afinal, é verão e o sol só se despede depois das 08 e meia da noite.
O “Sail Boston” foi só o começo e um bom motivo para tantas histórias, que começaram na sexta, 11 e só terminaram no domingo, 12 de julho.

Informação complementar:O “Sail Boston” é parte oficial da competição intitulada “Tall Ships Atlantic Challenger 2009 (TSAC) – Esta Regata começou em Vigo na Espanha, passou Tenerife nas Ilhas Canarias e Charleston na Carolina do Sul, antes de chegar a Boston. Agora já está a caminho Halifax no Canadá, que após, tem um final programado em Belfast na Irlanda.

Texto e fotos: Paulo Monauer

No comments:

Post a Comment