Thursday, January 15, 2015

Leitores do Hello reclamam do Consulado do Brasil de Boston

  Atendimento
·         Ao que tudo indica, o consulado está em um processo de retrocesso do que diz respeito ao atendimento ao público. Poderíamos dizer que são casos pontuais, mas não são. A comunidade está insatisfeita com o atendimento em geral. As reclamações são de várias ordens no atendimento:
Primeiro existe um demora no atendimento há muito tempo, depois que você entra no consulado pode ter certeza que você vai ficar lá dentro no mínimo 3 às 4hs. Existe uma reclamação também quanto às câmeras fotográficas, por que não instalaram as câmeras fotográficas nos guichês para serem usadas, uma vez que estão no depósito consular atiradas há anos em Boston. Foi prometido que neste novo prédio elas seriam instaladas. Onde estão?
·         A falta de educação de alguns atendentes consulares com o público á uma vergonha. Tem muito atendente consular que deveria ser mandado embora, demitido pelo atendimento de disponibiliza aos brasileiros que procuram o serviço consular.
Nenhum atendente/funcionário administrativo ou diplomata usa crachá com seu nome para poder ser identificado pelo cliente (brasileiro) que busca o serviço consular. Mais do que isso quando são questionados pelo nome, se negam a dar. Uma vergonha e total falta de gerenciamento. A coisa está sem controle no atendimento. Quem será que gerencia o atendimento, o nome do diplomata? Depois dizem que o Hello faz perseguição a uma só pessoa da diplomacia, mas o que fazer se esta pessoa só traz problemas para comunidade.
·         O agendamento para fazer um passaporte esta levando 45 dias de espera e subindo mais a cada semana. Já vivemos isso há anos atrás e agora se repete, um prazo aceitável é de 15 dias e olha lá. Quem ganha com isso é à máfia que o consulado criou e fechou as portas para novos adeptos, já reclamamos disto aqui no Hello mil e uma vezes da máfia consular dos despachantes, eles continuam altamente seletivos ninguém há nãos pode aplicar para ser um despachante consular (tem muita gente honesta trabalhando como despachantes, mas por outro lado está cheio de aproveitadores que ganham fortunas onerando o bolso dos brasileiros locais). A meia dúzia que esta ai de despachantes, está pulando de alegria, na verdade o que fica claro, é que o consulado não quer ver cliente nos balcões de atendimento, quer ver e atender somente despachantes no lugar deles, eles vão lá praticamente todos os dias.
Um fato grave que aconteceu no inicio deste ano no balcão de atendimento, no guichê numero 2, no dia 6 de janeiro de 2015, quem estava atendo lá era mulher alta, magra branca, e extremamente mal educada. Ela atendeu Jussara Vieira dos Santos, moradora de Stoughton. Primeiro a atendente implicou com a foto do passaporte apresentado por Jussara, ela disse que a foto tinha brincos e que brincos não eram aceitos na foto do passaporte. Jussara disse para atendente que no site não tinha escrito nada sobre brincos, e que achava um absurdo tirar outra foto por causa disto, pagar novamente, e se deslocar do consulado até uma farmácia para tirar outra foto e voltar.
·         O que diz o site consular sobre brincos? Não diz nada!
3 - Tire uma foto colorida tamanho 2 x 2 polegadas ("inches"), de fundo branco. Na foto você deve estar de frente, sério, sem óculos, sem lentes de contato e sem chapéu. Essa foto deve ser recente e deve estar em alta qualidade.
O site não faz nenhuma recomendação sobre brincos. Jussara estava e esta certa e foi ofendida e teve que voltar e tirar outra foto, pagar pelo serviço novamente, uma vergonha. Neste caso se o consulado não fosse relapso e tivesse instalado as câmeras como o combinado no novo prédio, este problema estaria resolvido, pois a atendente poderia tirar uma nova foto no guichê de atendimento, com custo ZERO. Porém nada disto aconteceu, esta tal atendente mal educada sem crachá e que não quis dar seu nome para a Jussara, deu um chá de cadeira nela, e ela ficou quase 5hs dentro do consulado. Um abuso de poder, de autoridade de que não tem nenhuma, uma vergonha que precisa ser banida do consulado URGENTE.
·         Não vamos citar aqui que o telefone do consulado ninguém atende, se ligar para lá você já sabe que não vai funcionar e se você for contemplado e souber um ramal, esquece também sempre vai dar em uma de mensagens e a resposta vai ser sempre a mesma, ‘estamos muito ocupados e não temos tempo para telefone’. Se fosse assim mesmo deveriam arrancar todas as extensões das salas do consulado, assim esta verdade seria absoluta, mas não é.
Não tem telefone 24hs em funcionamento, em caso de emergência esquece.
·         Não tem telefone para os presos ligarem se precisarem da cadeia.
O manual consular, o livrinho que tem todas as diretrizes de como o consulado deve agir em cada caso com muitas páginas e vários capítulos disponível na internet já trocou, atualizou e mudou inúmeras coisas e diretrizes do seu contexto. Entretanto uma nunca mudou e esta lá escrito para quem quiser ler.
‘A prioridade de todos os consulados é o atendimento ao público, isso vem em primeiro lugar, às outras funções, todinhas vêm depois. Se faltar algum agente administrativo e o balcão de atendimento estiver cheio, os diplomatas devem abandonar o que estão fazendo e atender nos guichês. Devem largar tudo e dar vazão aos clientes.’
Isso não é invenção do Hello esta lá escrito para quem quiser ler e ver, nas normas consulares. Sabe quando isso aconteceu em Boston, NUNCA. Sabe quantas vezes isso deveria ter acontecido? Inúmeras. Esta turma de diplomatas locais se negam a atender o público mesmo que seja uma ordem superior, apesar de serem treinados para isso quando se formaram como diplomatas. O fato é que eles acham o serviço muito baixo para eles, porém com o salário que ganham não existe serviço ruim, e quando entraram na diplomacia aceitaram isso, mas hoje desdenham do que aceitaram. Quem vai mudar isso? A ministra responsável direta pelo atendimento?
·         Enquanto a zorra continuar, nos vamos continuar a gritar em nome da comunidade e abrir espaços para os leitores. Aqui o leitor tem espaço.
OBS: Quem tiver uma dificuldade absurda, indevida como a Jussara teve no consulado, por favor, ligue para a redação 617.593.1828 e nos vamos mandar um repórter na hora no consulado para ajudar você a dirimir suas dificuldades e registrar os abusos caso eles existam mesmo de fato, ou registrar o exemplar atendimento se for o caso também. Salve este numero 617.593.1828 nós vamos até você.
HBBN – Paulo Monauer
Fotos Divulgação

No comments:

Post a Comment