Wednesday, May 16, 2012

O programa ‘Secure Communities’, está ai. E agora?

Vamos sair correndo? Vamos morrer de medo? Não vamos mais sair de casa?
Colocar a população em pânico nesta hora é no mínimo irracional e imaturo. Falar de terror é ser leviano demais eu diria. O problema é sério, e deve ser tratado desta forma. ONGs e afins devem continuar a pressionar o governo de Massachusetts, mais diretamente o governador Deval para buscar uma saída possível para os imigrantes ilegais neste caso e principalmente para eles não perderem a confiança na policia local, afinal este trabalho de aproximação da polícia com a comunidade vem sendo desenvolvido há anos com grande êxito e não vale a pena por tudo a perder, justo agora depois de tantas conquistas. Este é maior argumento que temos como imigrantes ilegais no meu pensamento, para tentarmos reverter ou amenizar a implantação deste programa, que já é um fato. Até por que as consequências de uma perda de confiança na polícia local podem deixar muitos crimes sem solução, em aberto, uma vez que nenhum imigrante ilegal no que depender dele não vai colaborar com a polícia para elucida-los e ou talvez procura-la para uma denuncia de crime, motivado pelo medo de nem sair da delegacia, mesmo que isso seja uma hipótese remota ou quase impossível de acontecer neste caso. Tudo isso pode levar a aumentar o índice de violência no estado e todos podem sair perdendo, população imigrante e governo.
·           Qual o objetivo deste programa?
Tirar de circulação do país, criminosos e pessoas que estão sendo procuradas pela policia ou imigração. Contudo existe uma crítica geral na prática deste programa por instituições que defendem os imigrantes, que já fizeram algumas denuncias de abusos do ICE em alguns casos, ou seja, a imigração prendeu e deportou imigrantes que nem estavam sendo procurados pela policia ou pelo ICE, e nem eram criminosos, só tinham seu tempo de permanecia no país vencido. Está é maior polemica do programa, apesar de que o índice de abusos tem sido infinitamente inferior aos de acertos pelo ICE, contudo nenhum ilegal quer correr este risco de ser injustiçado.
·           Qual o seu risco ou o maior risco neste caso deste programa?
Dirigir sem carteira de motorista.
·           Quais as consequências de ser preso sem carteira ou de se envolver em um acidente de transito, como vai funcionar o programa?
Você pode ser levado para uma delegacia de polícia e suas impressões digitais podem ser recolhidas e compartilhadas com imigração. Feito o cruzamento da polícia local com o banco de dados da imigração, sua ficha completa aparece na hora no computador.
·           Risco um: se você é um imigrante ilegal e estiver fora do seu tempo de permanência no país, suas chances de ser deportado são poucas. Se a regra for seguida a risca do programa ‘Comunidades Seguras’, você não vai ser deportado por estar ilegal no país, e  ai só vai sofrer as sanções da infração das leis de trânsito como de costume; corte, multa e liberação para voltar a circular nas ruas sem problema.
·           Risco dois: Se você tem uma corte de imigração que não compareceu, e além de estar fora de seu tempo de permanecia, tem muitas chances de ficar preso na imigração. Isso agregado ao um monte de fatores que tem que postular contra você e claro naquele momento o ICE ter o tempo e agentes para ir recolher você e leva-lo para um presídio da imigração.
·           Se você estiver de carona com um motorista ilegal, pode ser preso também? Corre o risco de ser deportado?
Risco você corre sempre, afinal é um indocumentado no país. Contudo é raro um policial pedir documento para os passageiros, entretanto pode acontecer, mas até chegar ao ponto de você passageiro além de mostrar seus documentos caso seja solicitado e ser levado preso também é mais raro ainda, entretanto é possível. Normalmente quem leva ‘chumbo grosso’ neste caso é o motorista e não o passageiro.
·           Mas então eu não dirijo, vivo longe de carros, corro risco também?
A chance de alguém ser pego por ser clandestino sem estar dirigindo ilegalmente, andando dentro da lei, e não se arriscando muito em viagens em aeroportos de grande movimento, as estatísticas comprovam que é uma em um milhão. Não podemos tapar o sol com a peneira, e nem fingirmos que esta tudo bem, afinal risco sempre corremos quando somos ilegais, dentro de um país seja ele qual for. Logo convivemos com riscos, eles fazem parte do nosso dia a dia, contudo muita gente abre mão da sua segurança, por acreditar que com ele nada acontece daí para ser pego é um pulo, principalmente no transito, dirigindo.
·           Como faço com minha vida diária; levar meu filho na escola, ir ao médico, andar de ônibus, metro, trem, estudar, trabalhar, ir ao cinema, fazer compras, baladas, ir a restaurantes, aplicar para o ‘Free Care’, ir às cortes de ‘Small Claim’ buscar meus direitos, fazer queixa na delegacia, etc.?
Siga sua vida com a mesma normalidade de sempre. É importante que nossa comunidade entenda que nada disto coloca em risco a sua ilegalidade. Estas funções ou atividades diárias são normais e jamais você vai ser preso por isso.
Boa semana!
Paulo Monauer
Contato: pmonauer@hellobrazilnews.com
www.hellobrazilnews.com
www.pmnonauer.com
Siga-nos no Facebook – Hello Brazil News
Hello Brazil News – Edição 50  - 05/15/2012 – Publicado na Página 2

No comments:

Post a Comment