Friday, October 28, 2016

‘Fora Padre Ademir Guerini’!

Imploram e gritam inúmeros féis de Somerville.
‘Ele é um grosso, desagregador, grita com os fiéis, pisa na comunidade, deixa vazar confissões feitas a ele no confessionário, tem vários relatos de assédios extra-oficiais e um registrado oficialmente na Arquidiocese de Boston. Centralizador não presta conta do dinheiro arrecadado na igreja, e desafia que diz que vai tentar removê-lo de igreja de Somerville’, com estas afirmações e muitas outras um grupo de membros que já foram vítimas de seus maus tratos e abusos procuraram a redação do Hello Brazil Boston News nesta semana para denunciar o Sacerdote oficial de Somerville. Padre Ademir Guerini da Igreja Santo Antonio na cidade de Somerville pertence À Parish of The Roma Catholic Archdiosese of Boston, MA que tem como seu líder máximo em MA o Cardeal Sean O’Malley.
Quem é o Padre Ademir Guerini?
O Padre Ademir Guerini tem na sua ancestralidade a origem italiana ele nasceu na cidade de Charqueadas no Rio Grande do Sul. Ele foi ordenado sacerdote no dia 3 de janeiro de 1987. Ele possui a bata sacerdotal há 29 anos. Hoje ele esta a frente da Igreja Santo Antonio de Somerville desde 2010.  É do conhecimento de seus fiéis que Padre Ademir teve formação sacerdotal administrativa e financeira, para trabalhar na igreja nesta área, mas em algum momento foi guindado para a área espiritual, pastoral da igreja.
Igreja Santo Antonio em Somerville
Ela congrega há mais de 100 anos no mesmo local. Foi fundada em 1915 e em 2015 completou 100 anos. Destes tem 25 anos que a comunidade brasileira se reúne nesta paróquia de Somerville. Os brasileiros começaram a frequentar a igreja em 1985 onde teve início os serviços e trabalhos em português, na verdade em 2016 vai completar 26 anos de atividades e interação da comunidade brasileira no local.  
Catolicismo na Grande Boston
A igreja Santo Antonio de Somerville assim como a Igreja Católica de Worbun, Cambridge, Everett, Stoughton, Allston, Lowell, Peabody, Framingham e Worcester entre várias outras tem inúmeros serviços em português, com Padres brasileiros como sacerdotes administradores delas. A comunidade brasileira é muito fiel ás suas crenças e lá no Brasil têm um dos seus maiores redutos de membros católicos do mundo.  Aqui em Massachusetts entre todas as igrejas que os brasileiros frequentam (falo de protestantes também) a igreja católica é a que agrega o maior número de fiéis na nossa comunidade.
Serviço na igreja Católica
O envolvimento das famílias na igreja em inúmeros conselhos, atividades, controle parcial da arrecadação, ou melhor, dizendo da devolução do dízimo, com a catequese, é muito grande, vai além do que podemos imaginar. Os brasileiros são altamente ativos na igreja católica além do seu fervor e devoção com fé na igreja. Mais do que isso a comunidade brasileira adora participar, tem orgulho de servir, doar seu tempo, ajudar outras pessoas e tudo de graça sem receber um centavo.
Quem coordena tudo isso?
O sacerdote local, ou melhor, o Padre local dá a palavra final em tudo onde ele congrega. Tem alguns Padres mais democratas e agregadores, que ouve e dá ouvidos aos seus fiéis e divide suas responsabilidades com a congregação. Tem Padres mais centralizadores, mais possessivos, autoritários, mandatários e fazem questão de deixar bem claro isso, às vezes pagando um preço muito caro, com a perda de inúmeros fieis sem nenhum remorso. A política da igreja católica é agregar, dividir tarefas, e as funções de um padre é pastorear tudo, até por que ele não se eterniza em um só lugar e pode vir a ser transferido, este é chamado sacerdotal.
Volta ao Foco Padre Ademir
O problema alegado por muitos féis católicos que agregam ou agregavam em Somerville é a arrogância do Padre Ademir Guerini, e com o passar dos anos outras coisas foram se agregando que desqualificam o Padre para ser o sacerdote mentor em Somerville e por isso alguns membros da congregação vem lutando a há anos por sua transferência, mas a Central de Boston, já ouviu muitas reclamações, mas até hoje de prático não fez nada. A verdade é: o Padre continua em Somerville, jogando féis pelo ralo para fora da ‘SUA’ igreja em Somerville.
Frases do Padre Ademir para seus fieis:
·         ‘Comunidade vai, comunidade vem, ela precisa se renovar’ não me importo se alguns membros vão embora isso não é um problema meu’.
·         A respeito de uma reclamação de uma irmã da igreja que pegou seu marido dando em cima de outra mulher em uma atividade da igreja: ‘Deixa ele olhar. Ele não vai fazer nada, ele só vai clarear a visão dele’.
·         ‘Não leve tão a serio tudo que esta escrito na bíblia’.
·         Quem é você irmã para me sugerir pedir desculpas para alguém, eu sou o Padre!
·         Ninguém da Arquidiocese vai mexer comigo, vocês podem reclamar a vontade sabe por quê? Eu mando o dinheiro que eles querem sempre. Quer calar a boca da Arquidiocese Boston é só enviar o dinheiro deles todo mês.  
·         Eu falei com o pessoal da Arquidiocese e disse o Padre Ademir: Eles reclamam de mim, mas estão lá toda a semana sentados nos bancos da igreja’.  (Por esta frase inúmeras famílias deixaram de ir à igreja Santo Antonio, para provar que não vão mais sentar nos bancos da igreja enquanto ele ainda estiver por lá.
O que pesa contra o Padre Ademir Guerini na visão de inúmeros fiéis que imploram sua transferência já há alguns anos para Arquidiocese em Boston e não estão sendo ouvidos:
·         A arrogância do Padre
·         O seu espírito maquiavélico
·         O registro de alguns casos de assédios conhecido entres os membros, porém somente um foi registrado oficialmente na Arquidiocese de Boston, os outros as pessoas ainda estão se preservando e não fizeram a denúncia.
·         A falta de prestação de conta do balancete da igreja: Quanto arrecadou quanto gastou, quanto comprou, quanto ajudou a comunidade e quanto enviou para Arquidiocese de Boston.
·         Ela não agrega a comunidade, ele grita com os fiéis sem nenhuma cerimônia, ofende as pessoas, esta desviando membros que frequentavam há anos a congregação de Somerville.
·         Vazamento de confissões feitas em segredo
A comunidade católica de Somerville tem mais de 500 membros, muitos não se envolvem demasiadamente com a igreja, outros sim, muitos não conhecem bem os bastidores de tudo, outros sim, muitos dão sua vida pela sua fé, outros não, com certeza muitos gostam do Padre Ademir outros não. Entretanto o que esta difícil de aceitar para inúmeras famílias e que foram praticamente colocas para fora da igreja, e esta inoperância na liderança da igreja católica em Boston de não ouvir os seus membros. Além de tudo isso, neste hiato de fé e confusão muitas famílias da igreja católica de Somerville estão procurando se agregar em outras cidades que tem uma paróquia católica de língua portuguesa, porém tem muitos outros católicos de Somerville que estão migrando para igrejas protestantes de tão decepcionadas que estão com o catolicismo do Padre Ademir.
Um fato e uma conclusão
Um Padre é um sacerdote, logo tem um lugar diferenciado na sociedade onde ele congrega. Porém nos últimos anos a igreja Católica de Boston vendeu muito do seu patrimônio local para indenizar abusos sexuais de seus Sacerdotes. A reportagem do The Boston Globe que deflagrou tal situação virou até filme. Recentemente tivemos o episódio do Padre Pedro que congregou em Lowell e Cambridge na igreja católica junto com a comunidade brasileira e foi denunciado publicamente por assédio e acabou fugindo para o Brasil para não ser preso. O Padre Ademir Guerini tem uma denúncia de assédio registrada oficialmente na Diocese de Boston em aberto ao que tudo indica a Diocese virou as costas o para o caso, ou por que não viu consistência no caso ou por que quer ficar longe destes problemas no momento. Mas de qualquer forma precisa se posicionar o momento atual da igreja católica de Boston e muito melindroso e tênue, não é hora de ficar protelando respostas, os fiéis precisam de Diocese forte atuante com credibilidade. O Padre Ademir também tem algumas denúncias não oficiais contra ele como: tapinha na bunda de irmãs, e várias brincadeiras com mulheres que não condizem com seu estado sacerdotal, o Hello pegou o testemunho destas irmãs, mas elas não fizeram a denuncia oficial. Além disso, o Padre Ademir assim como muitos outros Sacerdotes bebe um vinho, cerveja, e outras bebidas fortes, assim como frequenta em algumas ocasiões os bares noturnos para desaparecer. Este comportamento, mais franco, mais direto, sem muitas reservas de alguns Padres e muito constrangedor em lugares públicos na comunidade de uma maneira em geral. O próprio Padre Ademir com atitudes deste porte coloca em cheque sua situação sacerdotal, de pastor agregador de ovelhas, líder espiritual e social da sua congregação. Fica a pergunta um Padre fora da sua sã consciência (alcoolizado) depois de beber algumas cervejas, vinhos, e outras bebidas fortes tem condição de continuar zelando e velando no seu oficio?  Claro que não, e quem disser que sim está se enganado ou querendo enganar terceiros. A aparência do mal, por si só já faz mal, mesmo a pessoa sendo inocente. Imagina uma família da congregação vendo um deslize do padre alcoolizado? Isso pode destruir a fé e convicção de muitas pessoas.  Vale à pena repensar onde um padre deve estar desaparecendo; em um bar ou no seu reduto evangélico agregando fieis e famílias? A igreja católica e as suas modernidades. Tire suas próprias conclusões e siga sua fé! Enquanto inúmeros ex-membros da comunidade católica de Somerville gritam sem serem ouvidos: ‘Fora Padre Ademir Guerini’!!!    
OBS da Redação: Tentamos contato com Padre Ademir Guerini através do seu telefone celular, onde não foi possível deixar mensagem, pois ele não atendeu. Tentamos a Igreja Santo Antonio de Somerville  fomos atendidos pela Sra. Lorena e deixamos um recado para o Padre ligar para nossa redação. E nos dois casos podemos comprovar as ligações, mas também não obtivemos resposta.

No comments:

Post a Comment