Wednesday, September 27, 2017

Jogo ou aplicação financeira é um pecado?

Indiscutivelmente para qualquer cultura religiosa cristão, jogar financeiramente é um pecado sim. Na nossa comunidade brasileira em Boston não existe Pastor, Padre, ou seja, qual for o líder Cristão que exista independente de denominação que possa dizer ao contrário. Será? Por que o jogo não é aprovado pelos Cristãos? Por que para eles jogar para ganhar dinheiro é uma ‘cultura do azar’, no Brasil se agrega a isso a lavagem de dinheiro sujo, o que quer dizer que todo o dinheiro oriundo de qualquer jogo financeiro no Brasil, vem do tráfico, de falcatruas, de roubo, do engano ao povo e por ai vai. Teoricamente no livro dos livros no Velho Testamento, tem uma explicação sobre o dízimo e de como se deve ganhar dinheiro nesta vida, ela é explorada por todas as igrejas sem exceção para levantar fundos ‘para fazer o reino de Deus crescer’, seja ele de quem for.
 ‘E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos. Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.
Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar? Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos. E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos. (Malaquias 3:5-12).
Dízimo não é um jogo celestial? De 10% do que você ganha para casa do tesouro e se você fizer isso vai receber as benções do céu que podem ser; mais dinheiro, ou seja, dinheiro por mais dinheiro, ou por saúde, etc, etc, prometidas para quem cumprir este quesito. Um jogo espiritual de fé, ou seja, você faz uma coisa acreditando que vai receber outra, uma troca, que na nossa linguagem de hoje mais moderna não deixa de ser um jogo, mesmo que seja um jogo celestial financeiro.
Nem tudo que está escrito no Velho Testamento tem uma aplicação literal nos dias de hoje, até por que foi escrito há séculos e alguns registros são milenares. A verdade é que o mundo sofreu transformações e evoluções que naquela época não existia, logo muitas coisas lá contidas ficaram obsoletas. Entretanto para algumas facções religiosas mais liberais os parâmetros Cristãos ficam mais centrados no Novo Testamento, pois ali tem os ensinamentos de Cristo e seus apóstolos mesmo sendo também um livro centenário/milenar, as doutrinas ali contidas servem de convenção, de estatuto, de ensinamentos para o mundo cristão em geral independente de denominação. Este mundo cristão do qual eu faço parte, não abre mão do Malaquias 3:5-12, até por agregam a esta convenção financeira religiosa, ‘que todo o homem deve ganhar o seu sustento com suor do seu rosto’ e se apegam a isso para dizer que qualquer jogo ou tipo de jogo financeiro é uma contraversão, um pecado para o mundo, logo um pecado para Deus. Mais uma vez me vem à pergunta será?
Todas as igrejas independentes de denominações ou credos (cristã ou não) para terem o direito de cultuarem a sua doutrina em qualquer país da terra, primeiro precisam estar dispostas a se submeter às leis e a constituição dos mesmos, nenhuma tem livre conduta, todas elas são submetidas primeiro as leis do país onde se estabelecem, e isso é uma fato. Também é um fato que todos precisam respeitar o regime político de cada país. Igreja não dita normas sociais locais, quem faz isso em qualquer parte do mundo são os representantes do povo (políticos), ou ditadores, como queiram, mas nunca a igreja.
A onde quero chegar? O quero explicar é que os jogos financeiros, ou melhor, dizendo cassinos, bingos, raspadinhas, sena, mega sena, etc, etc, no Brasil é uma contraversão na visão cristã. Agora aqui nos USA muitos destes jogos como no Brasil são legais. Cassinos aqui nos USA em muitos estados é legal, lícito e a origem do dinheiro não é necessariamente de contraversão, da ilegalidade e se for os donos vão para cadeia. A grande maioria dos cassinos americanos pertencem a tribos indígenas americanas, e com certeza eles por tradição e cultura não tiveram suas origens financeiras no dinheiro sujo, na contraversão como a gente fala lá no Brasil. Logo jogar nos USA não é um pecado, é uma cultura local e cada um tem o direito de fazê-lo ou não usando seu livre arbítrio, e jamais alguém pode ser censurado ou discriminado por isso. Para exemplificar: se alguém ficar rico jogando cartas, foi por que este alguém ficou horas, anos a fios jogando para isso, logo foi com muito trabalho que ficou rico jogando cartas, e se ganhou uma fortuna em um segundo, foi sorte, não pecado. E com certeza o dinheiro que ele ganhou não deve ser considerado sujo, afinal ganhou de uma forma limpa, assim como poderia ter perdido, tudo honestamente e dentro das leis do país.
Para não ficar só nos cassinos, a especulação financeira, dentro da teoria cristã deveria ser considerado um pecado também, mas não é. Poupança, bolsa de valores, aplicações financeiras de qualquer ordem, deveria ser abominável para qualquer Pastor, Padre ou líder cristão, afinal de contas todas são especulativas, um jogo, ou seja, ganhando dinheiro sem trabalhar, ganhando o seu sustento sem empregar o suor do seu rosto para usufruir dele, do lucro. Quando você aplica no mercado financeiro você está jogando, não no cassino, mas de uma maneira mais discreta, poderíamos dizer até mais sofisticada. 
Tem zilhões de igrejas cristã jogando alto, pesado com aplicações no mercado financeiro do mundo todo. E muitas destas aplicações são de risco, podem perder ou ganhar (em segundos como o jogador de cartas), depende de como o mercado esta reagindo e a economia mundial está andando, ou as empresas estão operando. Isso não é um jogo? Isso não é ganhar dinheiro sem suor do seu rosto? É claro que é. Você tem duvidas disto?
É pecado é trocar benções por dinheiro? Posso explicar; O dízimo eu acredito ser verdadeiro sim, afinal como disse anteriormente e repito sou um cristão, mas não acredito que necessariamente você precisa levar ou doar para uma igreja para receber os benefícios do seu ato financeiro para com Deus, até por que nenhuma igreja até hoje mostrou uma procuração de Cristo para gerenciar tais recursos que supostamente seriam Dele. Todas elas dizem ser o tutor dos bens de Cristo, mas nunca fizeram nada legal para provar isso. Por exemplo; poderiam abrir seus livros, suas contabilidades, etc, muito pelo contrario, escondem e são isentas de pagar impostos e não precisam prestar contas publicas, entretanto eticamente deveria distribuir para seus membros anualmente cópias dos seus balanços, mas nenhuma o faz. Não acredito ser errado pagar o dízimo para uma denominação cristã que você acredita ser verdadeira e acredita que ela gerencia tais recursos para ajudar seus membros e não para enriquecer ou bancar uma vida de regalias com glamour dos seus supostos líderes. Minha idéia não é desmotivar o pagamento dos dízimos por parte dos fieis, das ovelhas, ‘só dar transparência ao extrato bancário que as denominações têm em nome de Deus’.
Agora voltando á pergunta jogar financeiramente é pecado para um cristão? Claro que não. Tem muita gente que acredita que qualquer dinheiro de jogo (cassino, bolsa de valores, poupança, aplicações financeiras, especulação de mercado, etc.) não é de Deus. O que seria dinheiro limpo então? Se nada disto é limpo, você precisa ralar no dia a dia para ser um empresário, homem do campo ou funcionário de tempo integral para ter a ‘provação da igreja’ para se qualificar a ter o direito de dizer que ganhou o seu dinheiro com suor do seu rosto? Onde fica a parábola dos talentos nesta história? Aquele que ganhou um dólar apresenta um dólar (talento) no juízo final, este escondeu e salvou o que lhe foi dado. O outro multiplicou seu um dólar em muitos outros, e no juízo final tinha muitos dólares para devolver ao seu Senhor. O veredicto da parábola esta lá na bíblia e você já conhece e eu também.
Na corrida da multiplicação financeira cada um é livre para escolher a sua, deste que seja legal no país em que ele estiver vivendo, o resto é pecado só na cabeça de quem esteja em um ritmo menor de conquista. Entretanto a felicidade ou o caminho do galardão não se consolida depois da morte, balizando o poder financeiro de cada individuo como salvador, mas no que ele agregou durante a sua vida dentro dele mesmo. Se você tem recursos financeiros suficiente para suas necessidades e de sua família, isso e mais do suficiente para um homem resgatar sua dignidade de igual para igual com qualquer pessoa do mundo e perante Deus também.





No comments:

Post a Comment