Wednesday, September 25, 2013

Mídia é mídia, não tem como amordaçá-la!


Uma mídia comunitária deve ter seu foco na sua realidade local. Seu conteúdo deve informar, dar a notícias, mostrar opções de lazer e apresentar sugestões para problemas sociais, deve ter um balcão de ouvidoria para seus leitores, tem por obrigação abrir espaços para publicar a interação do leitor, para ele dar sua opinião. Mídia que não apóia a cultura local quer ver seus leitores estagnados, a mídia deve apoiar projetos sociais sem fins lucrativos, ser prestativa. A mídia jamais deve colocar panos quentes neste ou naquele membro da comunidade em detrimento da verdade, a mídia não pode viver de conchavos. A mídia precisa ter uma redação que possa estar presente no seio da sua comunidade, não a comunidade no meio da redação, uma redação não pode viver só sendo abastecida pela comunidade, precisa circular no meio dela e identificar a suas necessidades.  A mídia para ter credibilidade tem que acatar denúncias e saber investigar as mesmas, ter coragem de publicá-las, saber dar alertas ao seu leitor, ter inúmeras pautas locais, ser provedora de pautas e não só coladora de pautas já publicadas em outras mídias. Tem que ter um editor/repórter que vive e respira o dia a dia da sociedade local. A mídia precisa saber respeitar a própria mídia, dar o crédito aos seus próprios colegas que escrevem matérias, não fantasiar que é uma agencia de notícias e omitir o autor da matéria publicada no seu jornal ou internet. A mídia acima de tudo precisa respeitar a todos, abrir espaços para respostas e para os anseios populares, precisa saber levantar pautas importantes de reflexão na comunidade. A mídia nunca pode agir como um veículo perseguidor pessoal deste ou daquele, se concentrar em falar em uma só pessoa, ou ter seu foco somente com a intenção de ofender o caráter pessoal de um membro da comunidade, nunca deve misturar familiares com pautas pessoais, nunca deve julgar ou condenar ninguém em suas matérias sem que antes um juiz credenciado o faça. A mídia comunitária tem que ser a voz do povo. Está é a nossa linha editorial. Temos plena convicção que: credibilidade não se compra, não se impõe, não se ganha por tempo de trabalho ou de anos no mercado, credibilidade se conquista. Sem sombra de dúvidas hoje a nossa comunidade sabe em qual veículo de mídia local que vai encontra total credibilidade. Não é por acaso que nos últimos 6 anos que nós recebemos um grande reconhecimento local e nacional, foram mais 8 prêmios do Brazilian International Press Award, por pautas de cunho comunitário publicadas por este editor. Neste ano de 2013 recebemos o prêmio de melhor conteúdo local entre todas as mídias brasileiras de Massachusetts.
Nunca propagamos fofocas, mentiras ou vamos inventar matérias. Todas as nossas pautas têm uma base legal, legítima. É assim com todas as nossas matérias que publicamos de grande ou pouca repercussão, só para exemplificar: foi exatamente assim no caso do Embaixador Mário Saad no consulado, com o pastor/radialista que humilhou um ouvinte no ar, com as transportadoras (neste caso das transportadoras fomos os mentores para ensinar o caminho do Small Claims à comunidade brasileira em todo os USA, oferecemos um fim, uma mediação justa para esta questão social crônica de envio de caixas e mudanças ao Brasil ao mesmo tempo em que ajudamos a moralizar este segmento de mercado, onde surgia uma transportadora por dia), não foi diferente com o famoso ‘Apóstolo’ de Boston que traiu a esposa. Foi através de nós que o Governador Deval conheceu e pegou na sua mão uma ‘Driving Privilege de Utah’ e temos orgulho de ter plantado a semente no seu coração da idéia que hoje está se materializando aqui no estado que é de um indocumentado ter a oportunidade de dirigir legalmente, inclusive ganhamos um prêmio no Press Award pela publicação desta matéria na época, e por ai vai. Temos inúmeros exemplos maiores e menores do nosso trabalho social e de mídia na comunidade, e não foi nada diferente com o Centro do Imigrante Brasileiro na semana passada, e com certeza esta não vai ser a última matéria de cunho investigativo a ser publicada em nossas paginas.

Boa semana!
Paulo Monauer
http://www.paulomonauer.com
http://www.hellobrasilnews.com
facebook - https://www.facebook.com/pages/Hello-Brazil-News/137476439687817?ref=tn_tnmn
facebook - https://www.facebook.com/HelloBrasilNews

No comments:

Post a Comment